Fotografia

Mundo das aranhas

As aranhas estão por toda a parte. Em áreas urbanas ou na natureza, fotografá-las pode gerar lindas imagens. Mas não basta aproximar a câmera. Conheça algumas dicas preciosas.

Palê Zuppani ·
28 de agosto de 2009 · 12 anos atrás
Clique aqui para ver o slideshow
Clique aqui para ver o slideshow

Quando se coloca a lente macro na câmera, embarca-se em um novo mundo, onde os pequenos detalhes são os grandes artistas da fotografia. E nesse mundo de pequenos notáveis, as aranhas se destacam muito, seja pela cor, forma, teias ou hábitos. Assim, o ensaio a seguir tenta embarcar nesse no mundo macro das aranhas.

Estima-se mais de 40 mil espécies diferentes de aranhas em todo o planeta, e encontrá-las não é difícil. Sempre que se olha para um canto, é bem provável que haja alguma. Na natureza não é diferente, elas sempre estão presentes, nas flores, folhas, troncos e em quase qualquer lugar que se olhe. Muitas vezes posando para serem fotografadas.

Além de muita paciência, há outras coisas que podemos fazer para potencializar as fotografias macro ou, nesse caso, das aranhas:

a) buscar fotografar logo cedo pela manhã (luz e melhores condições, além de uns orvalhos sempre bem vindos);
b) prender a correia da máquina e outros acessórios, pois qualquer movimento pode espantar a aranha;
c) buscar um ângulo mais paralelo com a aranha para aumentar a profundidade de campo; d) dar preferência para lentes macros em vez de filtros close-ups ou tubo de extensão, já que as lentes macros têm melhores ópticas;
e) buscar uma boa iluminação, seja ela natural, com rebatedor ou flash, pois uma boa luz ajuda e muito a fotografia.

Outro elemento que ajuda bastante os fotógrafos são as teias de aranha, na tarefa de encontrar o aracnídeo ou para fotografar a própria teia. Os momentos especiais são quando ela se torna o palco para um espetáculo da natureza e, como no caso de algum inseto ficar preso e servir de alimento diante das lentes.

Bem vindo ao MUNDO DAS ARANHAS. Boa viagem!

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta