Notícias

Números do Deter de outubro disponíveis no InfoAmazônia

Depois de dois meses de altas seguidas, a taxa de desmatamento e degradação voltou a cair, alcançando a cifra de 277 km², uma queda de 28%.

Redação ((o))eco ·
3 de dezembro de 2012 · 9 anos atrás

Com a divulgação dos dados do Sistema de Detecção do Desmatamento em Tempo Real (Deter) referentes ao mês de outubro, ((o))eco criou um mapa interativo sobre os pontos de desmatamento na sua plataforma InfoAmazonia.

De acordo com o relatório, depois de dois meses de altas consecutivas, a taxa de desmatamento caiu em outubro, alcançando a cifra de 277 km² de desmatamento e degradação.

Esse número significa uma diminuição de 28% se comparada com o mês de outubro de 2011, quando foi registrado 386 km² de perda de floresta. Comparado com o desmatamento detectado no mês de setembro de 2012, o recuo foi de apenas 1%. Na tabela abaixo, a lista dos 10 primeiros munícipios com maior número de alertas.

No mapa abaixo é possível visualizar os dados de alertas de desmatamento. Clicando em “Mais” na legenda abaixo se encontram as fontes das informações e os links para fazer o download dos dados brutos.

 

Leia também
Desmatamento: queda histórica e retenção do número de outubro

 

 

 

Leia também

Salada Verde
15 de outubro de 2021

GLO ambiental não será renovada, anuncia Mourão

A operação acabou nesta sexta-feira (15). Atuação de militares não resultou em diminuição do desmatamento na Amazônia, mesmo com efetivo e orçamento maiores que dos órgãos ambientais

Notícias
15 de outubro de 2021

Justiça do México suspendeu revisão da meta climática, apresentada em 2020

Assim como o Brasil, o México revidou a meta para abaixo do estabelecido no Acordo de Paris. Greenpeace questionou na Justiça a nova NDC e ganhou

Reportagens
15 de outubro de 2021

Com acordo político, 1ª parte da Conferência da ONU sobre Biodiversidade chega ao fim na China

Mais de 100 países assinaram Declaração de Kunming, se comprometendo politicamente a preservar a biodiversidade do planeta

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta