Notícias

Mapeando as ameaças aos recifes de corais

Em menos de 40 anos quase todos os recifes de corais do planeta deverão estar ameaçados de extinção. Veja mapas com essas preocupantes projeções.

Paulo André Vieira ·
8 de dezembro de 2013 · 8 anos atrás

Os recifes de coral estão entre os ecossistemas mais biologicamente ricos e produtivos da terra. Além de proteger a costa contra a devastação das tempestades, são viveiros para as principais espécies de peixe comerciais e fonte de renda e subsistência para milhões de pessoas que vivem no litoral, seja através dos mergulhadores que movimentam o turismo ou o próprio alimento que chega à mesa destas pessoas.

Infelizmente os recifes de coral sofrem com uma série de ameaças, que vão desde a sobrepesca até o desenvolvimento costeiro, passando pelo escoamento agrícola e o transporte marítimo. Além disso as mudanças climáticas agravam  ainda mais essas ameaças locais. O aquecimento dos mares já causou danos generalizados aos recifes, com as altas temperaturas causando um efeito chamado de branqueamento do coral (http://pt.wikipedia.org/wiki/Branqueamento_do_coral), que é a morte dos pólipos responsáveis pela construção dos recifes, restando o esqueleto calcário que rapidamente fica branco, uma vez que a matéria orgânica se decompõe.

Os mapas abaixo, feitos a partir de um relatório do World Resources Institute, mostram o quão ameaçados estão os recifes de coral ao redor do mundo atualmente e fazem uma projeção para o futuro. Os pontos azuis representam baixa ameaça, os amarelos ameaças moderaras, os laranjas ameaças altas, os vermelhos ameaças muito altas e os pretos ameaças críticas.

Os mapas que prevêem os cenários para 2030 e 2050 mostram as ameaças locais combinadas com as projeções de estresse térmico e acidificação dos oceanos através de um cenário de emissões de gases de efeito estufa que assumem que nenhuma atitude seja tomada para diminuí-las. De acordo com o relatório, se as pressões locais e globais não forem controladas, 90 por cento dos recifes de coral estarão classificados como ameaçados em menos de 20 anos, e quase todos os recifes estarão ameaçada em 2050.

Veja abaixo os mapas mostrando todo o planeta. Clique para ampliar.

2012

 

2030

 

2050

 

 

Leia também

Um mergulho virtual pelos recifes de corais
Ameaça aos recifes de corais brasileiros
Os corais mais ameaçados do planeta
75% dos corais ameaçados de extinção

 

  • Paulo André Vieira

    Produtor Editorial formado pela UFRJ, atua em ((o))eco desde 2007 escrevendo sobre geojornalismo e cuidando da edição e gestão do site.

Leia também

Reportagens
13 de maio de 2022

Os Akroá-Gamella resistem e lutam por reconhecimento

Desde 2014, os gamella aguardam demarcação de suas terras e sofrem ataques violentos de fazendeiros da região, irritados pelo processo de retomada deste povo

Salada Verde
13 de maio de 2022

Advogado assume chefia da Superintendência do Ibama no Amapá

Ministro do Meio Ambiente nomeia advogado sem experiência na área ambiental para chefiar Ibama no Amapá. Superintendência estava sem chefe desde novembro

Notícias
13 de maio de 2022

Carlos Nobre é segundo brasileiro a ser eleito para Royal Society depois de Dom Pedro II

Cientista ingressa como Membro Estrangeiro por seu trabalho ligado aos estudos climáticos na Amazônia. Ele fará parte de rol que conta com nomes como Albert Einstein e Isaac Newton

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta