Notícias

Podcast: Como a expansão econômica e populacional ampliou a devastação ambiental em Imperatriz

No século XX, a cidade presenciou uma explosão populacional como consequência do avanço de um modelo econômico equivocado

Dhara Inácio ·
10 de março de 2023 · 1 anos atrás

Imperatriz, localizada na Amazônia Maranhense, é uma cidade que cresceu em meio às  adversidades. Com financiamento do governo para sua exploração, a região se tornou propícia para o avanço do desmatamento e o comércio de madeira, o que impulsionou o crescimento populacional acelerado. No entanto, esse processo veio acompanhado de vários desafios, como a violência contra povos  indígenas, além de grilagem e disputa de terras. A devastação ambiental já era prevista.

Este é o segundo episódio da série do podcast que investiga a história de Imperatriz do Maranhão, cidade que se expandiu sob a devastação de seus ecossistemas.

Reportagem/Locução: Dhara Inácio
Roteiro: Dhara Inácio
Direção/Orientação: Elizabeth Oliveira e Daniele Bragança
Trabalhos técnicos: Edir Soares e Dina Prardo
Apoio das professora do curso de jornalismo da UFMA, Campus Imperatriz: Izani Mustafá e Roseane Arcanjo Pinheiro

Esse conteúdo é resultado da bolsa-reportagem concedida aos alunos do Minicurso de Jornalismo Ambiental, realizado por ((o))eco, Imazon e Fundação Amazônia Sustentável

  • Dhara Inácio

    Estudante de Jornalismo na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) - Campus Imperatriz.

Leia também

Análises
19 de julho de 2024

Transespinhaço: a trilha que está nascendo na única cordilheira do Brasil

Durante 50 dias e 740 quilômetros a pé, testei os caminhos da Transespinhaço em Minas Gerais, de olho nos desafios e oportunidades para esta jovem trilha de longo curso

Notícias
19 de julho de 2024

Indústria da carne age para distrair, atrasar e inviabilizar ação climática, diz relatório

Trabalho de organização europeia analisou 22 das maiores empresas de carne e laticínios em quatro continentes

Salada Verde
19 de julho de 2024

Amazônia é mais destruída pelo consumo nacional do que pelas exportações

Consumo e economias das grandes cidades do centro-sul são o principal acelerador do desmatamento da floresta equatorial

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.