Reportagens

Termômetro quebrado

  Leitor identifica possibilidade de fraude na enquete do deputado ruralista Homero Pereira sobre o Código Florestal. Uma pessoa pode votar quantas vezes quiser.

Redação ((o))eco ·
23 de novembro de 2009 · 12 anos atrás

O leitor Leonan Bernardini escreveu para O Eco alertando sobre uma possibilidade de fraude na enquete sobre o Código Florestal que o deputado ruralista Homero Pereira (PR-MT) mantém em seu site desde 2007. Basta votar, fechar e abrir novamente o browser do computador para que a mesma pessoa possa votar quantas vezes quiser. Nesta segunda-feira, 23 de novembro, 59% dos votos da pergunta “Você concorda com a mudança no Código Florestal?” apontavam para o “sim” e 38% para o “não”. De acordo com a assessoria de imprensa do parlamentar, a votação não é embasada em nenhum critério científico e serve apenas como “termômetro”. E não vê problema caso alguém queira votar várias vezes.

Leia também

Notícias
22 de outubro de 2021

“Adote um ninho”: Conheça a campanha para a preservação dos papagaios brasileiros

Campanha busca incentivar a proteção dos papagaios por meio da construção de ninhos artificiais para suprir a falta de cavidades naturais, que estão diminuindo por conta do desmatamento

Análises
22 de outubro de 2021

Por uma nova onda de soluções para a resiliência e a saúde do oceano

Estudo do FMI estima que 8 milhões de toneladas de lixo plástico acabam no mar todos os anos, sendo 80% provenientes do continente. Se não mudarmos esse quadro, o oceano terá mais lixo do que peixes até 2050

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. MARLI ALVES PEREIRA VASCONCELLOS diz:

    Não entendo o porquê esconder o rosto do homem, adulto!! Ele mostrou a cara nas redes sociais!! É preciso identificar criminosos.