Reportagens

Como Marina Silva abriu espaços

Veja aqui três motivos pelos quais a candidata do Partido Verde mudou os rumos das eleições de 2010.

Eduardo Pegurier ·
4 de outubro de 2010 · 12 anos atrás

Por Eduardo Pegurier

crédito foto:  http://www.flickr.com/photos/28586275@N02/3371330730/
crédito foto: http://www.flickr.com/photos/[email protected]/3371330730/

1 – Pelo desempenho. Ao alcançar quase 1/5 dos votos e ganhar em Brasília, conquistou o direito de influenciar os rumos do próximo governo; temperando uma eleição que tinha tudo para ser, do início ao fim, reduzida a uma escolha binária. Com menos recursos e apenas um minuto e dezessete segundos de TV, promoveu um novo começo.

2 – Na campanha, a plataforma verde de Marina corria o risco de ser vista como exótica e difusa, mas foi a que mais se esmerou em apresentar diretrizes de um programa de governo. Ela foi enfática ao lembrar que o Estado é laico e não se mistura com posições religiosas pessoais. Não criou uma retórica dúbia ao se afastar das velhas divisões entre esquerda e direita, capitalismo e socialismo, e juntar cabeças econômicas como as de José Eli da Veiga, Ricardo Paes de Barros e Eduardo Giannetti.

3 – É melhor que Lula como mito de perseverança e mobilidade social. Através de sua vida, mostrou que é possível superar uma juventude de pobreza, doenças e analfabetismo até os 15 anos de idade, alcançar um diploma universitário e se tornar uma mulher cultivada e bem-sucedida. Por divergência de princípios, rompeu com o PT, seu partido por 30 anos. Esse movimento manteve sua integridade, até agora inquestionada, e lhe permitiu reerguer nessa campanha a bandeira da ética na política.

  • Eduardo Pegurier

    Mestre em Economia, é professor da PUC-Rio e conselheiro de ((o))eco. Faz fé que podemos ser prósperos, justos e proteger a biodiversidade.

Leia também

Reportagens
28 de setembro de 2022

Sem peixes e caranguejos, fome assola comunidades pesqueiras da Baía de Guanabara 

Defensores públicos cobram ações emergenciais e políticas de inclusão social para pescadores, após vistoria em rios e manguezais degradados de Duque de Caxias

Salada Verde
28 de setembro de 2022

Cachoeira azul: Secretaria de Meio Ambiente não encontra alterações na água

Responsável foi identificado e deve ser autuado. Laudo técnico ainda irá definir aplicação de multas e penalidades. Investigação também corre em sigilo no Ministério Público

Reportagens
28 de setembro de 2022

Mudanças ambientais e econômicas pressionam onças-pintadas no Pantanal

Controlar o uso do fogo, consolidar e ampliar áreas protegidas e corredores ecológicos em terras públicas e privadas ajudarão a perpetuar a espécie

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta