Salada Verde

Atuns e tubarões ralados

Fracasso da comissão do atum do Atlântico em definir medidas reais para proteger a espécie é criticado por ambientalistas. Decisão ficou para 2010.

Salada Verde ·
16 de novembro de 2009 · 12 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Foto: NOAA
Foto: NOAA

Adivinhem! Fracassou a reunião desta semana de países ligados à Comissão Internacional para a Conservação dos Atuns Atlânticos (ICCAT, sigla em inglês). O evento aconteceu em Porto de Galinhas (PE) e levou à redução da cota anual de pesca do atum-azul de 19,5 mil para 13,5 mil toneladas. Mas na opinião de ambientalistas, o conjunto da obra foi um belo fiasco. 

O WWF lembra que estudo apresentado em Recife mostrou que, mesmo com uma cota de 8.000 toneladas, seria de apenas 50% a chance de recuperação do peixe, até 2023. Outro estudo, da própria ICCAT, mostrou que só a proibição da pesca seria contundente para melhorar a condição da espécie e impedir restrições ao comércio, até 2019.

“O senso comum indica que uma proibição do comércio, apoiada por uma suspensão temporária da pesca, é o que faz falta para recuperar o atum do Atlântico. Acabar com a pesca é o que a ICCAT precisava fazer para salvar o atum — e também para salvar a reputação da Comissão”, disse Sergi Tudela, coordenador do Programa de Pesca do WWF/Mediterrâneo.

Além disso, nada foi decidido sobre a pesca criminosa de tubarões para remoção de barbatanas ou sobre a proteção das tartarugas e alabatrozes, comumente capturadas por “engano”. Outra reunião está marcada para março de 2010.

“O senso comum indica que uma proibição do comércio, apoiada por uma suspensão temporária da pesca, é o que faz falta para recuperar o atum do Atlântico. Acabar com a pesca é o que a ICCAT precisava fazer para salvar o atum — e também para salvar a reputação da Comissão. Este ano, todas as partes falaram na necessidade de restaurar a credibilidade da ICCAT. E para isso endossam a matança de mais 50.000 tubarões e 8.000 golfinhos, numa violação das resoluções da ONU?  Não dá para acreditar! É mais uma prova da total disfunção da ICCAT como organização séria de manejo da pesca”, ressaltou Tudela.

Saiba mais:
Anote, vai faltar atum
O massacre de aves marinhas

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta