Salada Verde

Mariposa que imita beija-flor!

Registro fotográfico de colunista de O Eco Germano Woehl mostra uma inusitada mariposa disfarçando-se para enganar seus predadores.  Uma mostra da rica biodiversidade das florestas de araucárias.

Salada Verde ·
14 de janeiro de 2010 · 12 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

 

 
foto: Germano Woehl Jr.
O colunista de O Eco e fundador do Instituto Rã-Bugio, Germano Woehl Jr, fotografou uma curiosa mariposa atuando com um beija-flor nas matas da reserva particular das Araucárias Gigantes. Ele publicou em seu blog, Defensor da Natureza , o relato reproduzido abaixo.
 

“Uma das riquezas da biodiversidade da RPPN das Araucárias Gigantes, em Itaiópolis (SC): Mariposa que imita um beija-flor para enganar os passarinhos, seus predadores. Ela bate as asas em alta frequência, como fazem os beija-flores (a imagem foi “congelada” pela alta velocidade do obturador da câmera fotográfica). Click sobre a imagem para ampliar.

Quando visitamos nossas áreas preservadas em Itaiópolis (SC) somos surpreendidos a todo o instante pela riqueza da biodiversidade.

Estávamos fotografando os beija-flores nas bordas da RPPN das Araucárias Gigantes (nossa última aquisição) e apareceu esta criatura da foto: uma mariposa que imita perfeitamente um beija-flor!

 

É uma estratégia para confundir os predadores, as aves principalmente. Observe que tem até uma cauda para se parecer mais ainda com um beija-flor. As fotos foram tiradas com uma câmera em alta velocidade (para “congelar” o movimento), mas ela vibra as asas com a mesma frequência do beija-flor.

Até o presente, 14/01/2010, já foi registrada a ocorrência de 208 espécies de aves nas RPPN Corredeiras do rio Itajaí e RPPN das Araucárias Gigantes, nas cabeceiras do rio Itajaí, em Itaiópolis (SC).

Veja a lista completa e o link para a maioria das espécies fotografadas na RPPN.

Leia também

Salada Verde
3 de dezembro de 2021

Paraná pretende reativar trecho brasileiro de trilha histórica que liga o Atlântico ao Pacífico

Chamada de Caminhos do Peabiru, trilha tem 1.550 no trecho paranaense, que vai de Paranaguá a Guaíra. Caminho era usado por incas e guaranis, antes da colonização

Notícias
3 de dezembro de 2021

Amapá vende terras públicas invadidas a R$ 46 o hectare

Estado possui mais de 2,5 milhões de hectares de áreas ainda não destinadas. Cerca de 50% deste total é classificado como de importância biológica extremamente alta

Reportagens
3 de dezembro de 2021

Novo Código de Mineração propõe aprovação automática de milhares de processos parados na ANM

Proposta pode afetar mais de 90 mil requerimentos que aguardam aprovações técnicas e ambientais; medida ainda interfere na criação de unidades de conservação e dificulta demarcação de terras indígenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta