Salada Verde

Evento debate os desafios para conservação da água diante do panorama da crise climática

Evento online em homenagem ao Dia da Água, que será realizado nesta segunda-feira (21) às 19h, irá debater impacto das mudanças climáticas no regime hídrico

Duda Menegassi ·
21 de março de 2022
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Nesta segunda-feira (21), véspera do Dia Mundial da Água, data criada durante a Conferência Rio-92, o Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam) promove o evento “Água e Paz: sem fronteiras”, com transmissão ao vivo pelo Youtube a partir das 19 horas. O debate contará com sete especialistas que irão discutir os impactos e desafios das mudanças climáticas na conservação e gestão dos recursos hídricos.

“Os tempos mudaram e entramos na era das mudanças climáticas, que provoca alterações no regime pluviométrico e acelera os processos de desertificação, com danos à sociedade humana, às espécies vivas e aos ecossistemas”, afirma Carlos Bocuhy, presidente do Proam e um dos participantes do evento.

O evento terá transmissão ao vivo pelo Canal no Youtube da Proam a partir das 19:00 desta segunda-feira (21).

Proam/Divulgação
  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica.

Leia também

Colunas
21 de março de 2022

30 anos do Dia Mundial da Água e os desafios do futuro

Os avanços da ciência e da comunicação não foram acompanhados pela elaboração de políticas públicas protetivas

Notícias
23 de agosto de 2021

Avanço da seca: Brasil já perdeu 15% da superfície de água desde 1991

A redução da superfície de água foi identificada em 9 das 12 regiões hidrográficas e em todos os biomas brasileiros. Apenas no Mato Grosso do Sul, redução foi de 57%

Notícias
29 de setembro de 2021

Com cheias cada vez menores, Pantanal teve ano mais seco dos últimos 36 anos

Levantamento mostra como a maior planície úmida do planeta tem se tornado cada vez mais seca. Em 2020, áreas úmidas tiveram a menor cobertura dos últimos 36 anos no bioma

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta