Salada Verde

ICMBio retorna a sede de comando do sudeste para o Rio de Janeiro

Após uma queda de braço de quase um ano, ICMBio institui a sede da Gerência Regional do Sudeste na cidade do Rio de Janeiro, onde era a antiga CR-08

Duda Menegassi ·
2 de março de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Quase um ano depois da exclusão das 11 Coordenações Regionais do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da instituição, em seu lugar, de cinco Gerências Regionais (GRs), o quartel-general do ministro Ricardo Salles em São Paulo cedeu território aos fluminenses. Para os de memória curta: junto com o estabelecimento das GRs, em maio de 2020, a sede do ICMBio na região – historicamente localizada na cidade do Rio de Janeiro – foi transferida para a capital paulista, sem justificativas do Ministério e sob fortes críticas dos servidores, que apontavam a localização estratégica da sede carioca. Desde então teve início uma queda de braço que resultou. Em agosto, num primeiro recuo, o ICMBio reconheceu a sede do Rio como uma base avançada. Nesta terça-feira (02), passou a borracha na Portaria das GRs e reestabeleceu o Rio de Janeiro como sede da Gerência Regional do ICMBio no Sudeste.

A justificativa dos servidores para a permanência no Rio de Janeiro é matemática: enquanto na região metropolitana do Rio existem 8 unidades de conservação federais – como o Parque Nacional da Tijuca, o mais visitado do país –, na região metropolitana paulista existe apenas uma, a Área de Proteção Ambiental Rio Paraíba do Sul.

 

*Foto em destaque: Duda Menegassi

 

Leia também

Servidores denunciam mudança de sede regional do ICMBio do Rio para São Paulo

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica. Escreve para ((o))eco des...

Leia também

Salada Verde
13 de maio de 2020

Servidores denunciam mudança de sede regional do ICMBio do Rio para São Paulo

Para a Asibama, a única explicação para a mudança na sede é o fato do presidente e diretores do ICMBio serem de São Paulo. Servidores pedem que MPF investigue caso

Notícias
14 de janeiro de 2022

Thiago de Mello, conhecido como o “poeta da floresta”, morre aos 95 anos

Poeta e jornalista amazonense cantou em prosa e verso sua luta pela preservação da maior floresta tropical do mundo

Reportagens
14 de janeiro de 2022

Venenos usados na soja seguem prejudicando a produção de frutas no Rio Grande do Sul

Agrotóxicos contra pragas resistentes ao glifosato contaminam e destroem plantios de uvas e outras economias no estado. Questão aguarda decisão judicial há mais de 1 ano

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta