Salada Verde

Proteção marinha brasileira ganha prêmio internacional

Entidade estadunidense reconhece a qualidade da conservação na Estação Ecológica de Tupinambás e no Refúgio de Vida Silvestre de Alcatrazes

Aldem Bourscheit ·
6 de fevereiro de 2023 · 1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

A Estação Ecológica de Tupinambás e o Refúgio de Vida Silvestre de Alcatrazes, no litoral de São Paulo, são mais unidades de conservação brasileiras a receber um Blue Park Award. O anúncio ocorreu no 5o Congresso Internacional de Áreas Protegidas Marinhas, no Canadá.

O prêmio pesou a qualidade da proteção oferecida pelas reservas à biodiversidade e foi concedido ontem (5) por especialistas globais em conservação ambiental marinha reunidos pela entidade estadunidense Marine Conservation Institute (MCI)

“A iniciativa reconhece os esforços extraordinários de governos, organizações sem fins lucrativos, chefes de áreas protegidas e comunidades locais para proteger a vida selvagem oceânica”, diz a diretora do Programa Blue Parks, Sarah Hameed, conforme nota da MCI. 

“Ser reconhecido como um Parque Azul (…) é uma grande honra e nos motiva a continuar enfrentando os desafios de conservar a biodiversidade e manter os serviços dos ecossistemas marinhos, tão essenciais à qualidade de vida no planeta” comenta Kelen Leite, chefe de Tupinambás e de Alcatrazes. 

Também foram premiados nesse domingo a área protegida das Ilhas Pitcairn (Reino Unido) e a Área de Recursos Gerenciados da Cordilheira de Coiba (Panamá). Os quase 30 “parques azuis” no mundo estão distribuídos em 22 países e somam 2,8 milhões de km2 – uma área do tamanho da Argentina.

Errata: ao contrário do que afirmamos antes, a Estação Ecológica de Tupinambás e o Refúgio de Alcatrazes não são as primeiras UCs brasileiras a ganhar o Blue Park Award. O Parque Nacional Marinho de Abrolhos já havia recebido. Post editado às 19h14 do dia 07/02/2023.

  • Aldem Bourscheit

    Jornalista cobrindo histórias sobre Conservação da Natureza, Crimes contra a Vida Selvagem, Ciência, Comunidades Indígenas e ...

Leia também

Notícias
9 de agosto de 2022

Marinha suspende bombardeio em ilha no arquipélago de Alcatrazes

Exercício militar havia sido agendado para os dias 16 e 17 de agosto na Ilha Sapata, na zona de amortecimento do Refúgio de Vida Silvestre Alcatrazes, em pleno período reprodutivo das aves

Notícias
12 de setembro de 2017

ICMBio oficializa abertura de Alcatrazes ao turismo

Ministro do Meio Ambiente assinará na quarta-feira portaria que regulamenta a atividade no arquipélago. Refúgio completou um ano no mês passado

Reportagens
14 de outubro de 2015

Alcatrazes: mudança no projeto original gera críticas por falta de transparência

ICMBio mudou para “refúgio da vida silvestre” projeto que transformava arquipélago do litoral de São Paulo em “parque nacional marinho”.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.