Salada Verde

Suely Araújo é a nova presidente do Ibama

Consultora legislativa na Câmara dos Deputados, Araújo assumiu a presidência da autarquia na última sexta-feira.

Daniele Bragança ·
5 de junho de 2016 · 6 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Cerimônia de posse. Foto: Divulgação/MMA.
Cerimônia de posse. Foto: Divulgação/MMA.

Após três semanas da mudança ministerial, finalmente começaram a sair as primeiras nomeações para as chefias das autarquias do Ministério do Meio Ambiente. Na sexta-feira (03), Suely Araújo assumiu a presidência do Ibama, em cerimônia realizada no gabinete do ministro Sarney Filho.

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília (UnB) e em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), Suely é doutora em Ciência Política pela UnB, onde defendeu a tese “Política ambiental no Brasil no período de 1992/2012: um estudo comparado das agendas verde e marrom”, trabalho que recebeu menção honrosa do Prêmio Capes de teses.

A urbanista atua há 25 anos como consultora legislativa da Câmara dos Deputados nas áreas de meio ambiente e direito ambiental, urbanismo e direito urbanístico. Autora de diversas publicações sobre os temas, a nova presidente do Ibama é professora voluntária da UnB desde 2010, nos cursos de graduação em Ciência Política e Gestão de Políticas Públicas.

A engenheira Marilene Ramos, que comandou a autarquia por um ano, assumiu o cargo de diretora de Infraestrutura do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). A nomeação também saiu na edição de sexta-feira do Diário Oficial.

 

 

Leia Também

Rômulo Mello deve voltar ao comando do ICMBio

Marilene Ramos é a nova presidente do Ibama

Sarney Filho é cotado para ser ministro do Meio Ambiente de Temer

 

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Salada Verde
27 de abril de 2016

Sarney Filho é cotado para ser ministro do Meio Ambiente de Temer

Sarney Filho, presidente da Frente Parlamentar Ambientalista e líder do Partido Verde na Câmara, está sendo cogitado para o Ministério do Meio Ambiente.

Notícias
6 de maio de 2015

Marilene Ramos é a nova presidente do Ibama

Ramos foi diretora do Instituto Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro e assume o posto de Volney Zanardi Junior, que ficou três anos no cargo

Salada Verde
18 de maio de 2016

Rômulo Mello deve voltar ao comando do ICMBio

Funcionário de carreira do Instituto, Mello foi o segundo a ocupar a presidência do órgão e ficou no cargo por 4 anos.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 6

  1. Ranon muniz diz:

    Bom dia a todos que fazem parte desse trabalho honroso e, gratificante para nosso bem estar, que é cuidar do meio ambiente… Parabéns a todos que se dedicam a esse trabalho! Infelizmente temos muita injustiça nesse país, agredindo nosso meio ambiente, partindo de pessoas desprovidas de conciência ambiental que tomam atitudes intolerantes e desleais para com toda a vida ambiental… Mais uma vez parabéns!!! Gostaria muito de fazer parte desse trabalho, mas como não consigo, faço a minha parte individualmente… Ranon Muniz!!!


  2. Jose Carlos diz:

    Vamos ver como se sairá a partir da pressão que começará dos apoiadores do novo governo, que conta com o apoio maciço da bancada do agronegócio, que já indicou que pretende ceifar o que resta de proteção ao meio ambiente.


    1. Koshinha diz:

      Ah, o governo anterior foi muito bom pro meio ambiente, né?


  3. PAndre diz:

    Jabazão é o tal Parque do Desengano no Rio, qualquer coisa que o pessoal faz por lá dá maior Ibope no Eco…


  4. Vox populi diz:

    Ibama tá sem Ibope aqui no Eco…a notinha do presidente novo do XicoBio deu bem mais comentário…aqui só um!


  5. Cidadão diz:

    Como Consultora Legislativa, sabe a importância de o serviço público ser regido por normas eficientes. Também sabe que a atuação institucional deve ser isonômica. Oxalá faça com que o Ibama atue de forma eficiente, institucional e isonômica! Muitas vezes a área ambiental é culpada pelo tal "Custo Brasil". As vezes injustamente, as vezes a acusação procede.