Fotografia

Parque Estadual da Serra da Tiririca

Com 412 metros, a Pedra do Elefante é maior que o Pão de Açúcar, o que proporciona uma vista deslumbrante da praia de Itaipuaçu. Foto: Andreia Fanzeres

Redação ((o))eco ·
27 de fevereiro de 2012 · 10 anos atrás
Esta vista da praia de Itaipuaçu é a recompensa pelo esforço de encarar uma hora e meia da caminhada até o topo da Pedra do Elefante, localizada no Parque Estadual da Serra da Tiririca, no Rio de Janeiro. Com 412 metros, o chamado “Alto Mourão” é maior que o Pão de Açúcar, e de lá é possível admirar a baía de Guanabara, a estátua do Cristo Redentor e as montanhas do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Criado em 1991, o parque logo foi reconhecido pela Unesco como Reserva da Biosfera da Floresta Atlântica, contando com mais de 350 espécies vegetais e 130 espécies de aves.

Leia também:
Tem jeito (2005)
 

Leia também

Notícias
2 de dezembro de 2021

Lideranças indígenas do Pará cedem à pressão de invasores e aceitam reduzir seu território pela metade

Caciques da TI Apyterewa disseram ao STF que, em “acordo” feito com invasores, aceitam redução de 392 mil hectares de suas terras

Notícias
2 de dezembro de 2021

Com maioria no Conama, governo federal impõe mudanças no CNEA

Conama aprova alterações no Cadastro Nacional de Entidades Ambientalistas e impõe mais burocracia e custos para a participação da sociedade civil no conselho

Reportagens
2 de dezembro de 2021

Secas recorrentes afetam a capacidade de recuperação da Floresta Amazônica, alerta estudo

Nas últimas duas décadas, a Floresta Amazônica tem sido impactada por secas cada vez mais intensas e frequentes. As mais severas ocorreram em 2005, 2010 e 2015

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta