Notícias

Langur-cinzento, temido extinto, é fotografado em Bornéu

Expedição avista primata raro, na lista dos 25 primatas mais ameaçados do mundo. Cientistas receavam que ele já estivesse extinto.

Vandré Fonseca ·
23 de janeiro de 2012 · 10 anos atrás
Armadilhas fotográficas registraram animal no nordeste de Bornéu. Foto: Erik Fell
Armadilhas fotográficas registraram animal no nordeste de Bornéu. Foto: Erik Fell
Aninal é tão raro que cientistas temiam que estivesse extinto. Foto: Erik Fell
Aninal é tão raro que cientistas temiam que estivesse extinto. Foto: Erik Fell
Ao contrário do que receavam os cientistas, o langur-cizento ou langur-de-hose (Presbytis hosei canicrus) ainda sobrevive. Uma expedição realizada no ano passado em uma remota e preservada floresta da Indonésia conseguiu fotografias do bicho, incluído na lista dos 25 primatas mais ameaçados do mundo. Ninguém imaginava que ele ainda pudesse ser encontrado nessa região.

“Nossas fotografias de Wehea são das poucas fotos que temos deste macaco”, afirma Brent Loken, da Universidade Simon Fraser do Canadá, e um dos colaboradores do projeto. A descoberta foi publicada no Jornal Americano de Primatologia.

Pesquisadores querem fazer uma nova expedição para estimar população restante do langur-cinzento. Foto: Erik Fell
Pesquisadores querem fazer uma nova expedição para estimar população restante do langur-cinzento. Foto: Erik Fell

O animal foi descoberto em 1934, mas, em torno de 2004, temia-se ter sido extinto. Essa impressão ficou ainda mais forte após 2008, quando uma busca para encontrá-lo não teve sucesso. O gênero Presbytis vive em Bornéu, Sumatra, Java e na Península de Málaca. Em Bornéu, o langur-cinzento viveu habitualmente em uma pequena porção no nordeste da ilha, uma área ameaçada por incêndios e o avanço da agricultura e mineração.

As armadilhas fotográficas foram montadas em junho, na floresta de Wehea, uma área de 38 mil hectares de mata tropical preservada, onde vivem pelo menos 9 espécies de primatas – além do homem -, entre eles o orangotango-de-bornéu. A intenção era registrar outros animais, como leopardos e orangotangos. Agora, os pesquisadores pretendem realizar uma nova expedição à floresta, para estimar a população de langures-cinzentos que vivem ali e nas redondezas.

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta