Notícias

WWF produz radiografia da Frente Parlamentar anti-UCs e Terras Indígenas

Infográfico mostra quais são os principais partidos e estados dos deputados da Frente apelidada de Anti-UCs e Terras Indígenas.

Redação ((o))eco ·
4 de junho de 2014 · 7 anos atrás

O infográfico abaixo é uma análise produzida pela ONG WWF (World Wildlife Fund) da autodenominada “Frente Parlamentar de Defesa dos Atingidos por Áreas Protegidas (Unidades de Conservação e Terras Indígenas)“, formada em maio. Os números mostram que o principal partido que forma a frente é o PMDB, com 38 deputados, seguido de perto pelo PT, com 33. PSDB e PSB empatam com 11 deputados cada. Os quatro partidos merecem destaque não apenas pelo número de deputados na Frente, mas por serem os principais grupamentos políticos a concorrer na próxima eleição presidencial.

A nova Frente já foi apelidada de Frente Anti-UCs, embora pareça que seu alvo principal são as Terras Indígenas, que não são uma categoria de Unidade de Conservação.

Entre os estados, os cinco com maior participação no grupo são Minas Gerais, com 26 deputados, seguida de São Paulo, 25, Rio de Janeiro, 21, Ceará, 14, e Rio Grande do Sul, com outros 14.

O grupo tem 214 deputados, dos quais, segundo a WWF, 162 já receberam doações de empresas do Agronegócio, Energia e Infraestrutura; e representa 42% do Câmara, que tem um total de 513 parlamentares.

Veja mais informações clicando na imagem do infográfico, que pode ser aumentado ou diminuído para facilitar a navegação.

 

 

Leia também
214 deputados formam Frente Parlamentar contra UCs

 

 

 

Leia também

Notícias
22 de outubro de 2021

“Adote um ninho”: Conheça a campanha para a preservação dos papagaios brasileiros

Campanha busca incentivar a proteção dos papagaios por meio da construção de ninhos artificiais para suprir a falta de cavidades naturais, que estão diminuindo por conta do desmatamento

Análises
22 de outubro de 2021

Por uma nova onda de soluções para a resiliência e a saúde do oceano

Estudo do FMI estima que 8 milhões de toneladas de lixo plástico acabam no mar todos os anos, sendo 80% provenientes do continente. Se não mudarmos esse quadro, o oceano terá mais lixo do que peixes até 2050

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. MARLI ALVES PEREIRA VASCONCELLOS diz:

    Não entendo o porquê esconder o rosto do homem, adulto!! Ele mostrou a cara nas redes sociais!! É preciso identificar criminosos.