Notícias

Desmatamento na Amazônia acelera em junho, diz Imazon

Perda da floresta chega a 843 km², um aumento de 358% em relação ao mesmo período do ano passado. Pará é o estado que mais desmatou

Daniele Bragança · Rafael Ferreira ·
21 de julho de 2014 · 8 anos atrás
Acima, Ibama apreende plantação de soja embargada. Área foi desmatada ilegalmente. Foto: Nicélio Silva/Ascom/Ibama.

Foi só as nuvens sumirem de cima de boa parte da Amazônia Legal para os satélites registrarem o tamanho do estrago sobre a floresta. Em junho, quando a cobertura de nuvens não passou de 30% sobre o território, o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), do Imazon, detectou 843 quilômetros quadrados (km²) de desmatamento, um aumento de 358% em relação a junho de 2013, quando o desmatamento somou 184 km².

O Pará liderou o ranking da destruição, responsável por desmatar 464 km². Amazonas (136 km²), Rondônia (126 km²) e Mato Grosso (115 km²) ficaram respectivamente em segundo, terceiro e quarto lugar.

Apesar desta disparada de alertas em junho, a taxa de desmatamento acumulado continua em queda: foram desmatados 1.690 km² entre agosto de 2013 e junho de 2014, uma redução de 9% em relação ao período anterior (agosto de 2012 a junho de 2013) quando o desmatamento somou 1.855 quilômetros quadrados. A taxa de desmatamento acumulado soma os resultados dos meses desde agosto de 2013 (mês em que começa a medição anual) e a compara com o mesmo período do ano anterior.

De acordo com o boletim, 27% do desmate ocorreu dentro de Unidades de Conservação. As mais prejudicadas foram a Área de Proteção Ambiental (APA) do Tapajós (68,25 km2), APA Triunfo do Xingu (51,80 km²) e a Reserva Extrativista (Resex) de Jaci Paraná (24,57 km²).

 

Saiba Mais
Boletim do Desmatamento do SAD – Junho 2014 – PDF produzido pelo Imazon

Leia Também
Imazon: desmatamento despenca em fevereiro e março
Inpe e Imazon: vigilantes do desmatamento na Amazônia
O desastre da mudança do Código Florestal em números

 

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
26 de janeiro de 2022

Cientistas desmontam “falsas controvérsias” de guru ambiental de Bolsonaro

Doze dos principais cientistas ambientais do país acusam Miranda de usar credenciais da Embrapa para disseminar desinformação

Notícias
26 de janeiro de 2022

Pesquisadores reencontram anfíbio raro que não era visto desde 1970

A redescoberta da espécie, Phrynomedusa appendiculata, uma pequena perereca que ocorre apenas na Mata Atlântica, permitiu o levantamento de novos dados sobre o animal

Notícias
25 de janeiro de 2022

Bolsonaro corta 35 milhões do orçamento do Ministério do Meio Ambiente para 2022

Veto do presidente ao orçamento aprovado pelo Congresso reduziu principalmente a verba prevista para prevenção e combate de incêndios, que sofreram corte de 17 milhões

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta