Notícias

Mais social

O governo do Acre apresentou nesta quarta-feira o seu Zoneamento Econômico-Ecológico (ZEE). Nestes tempos em que meio ambiente só faz perder espaço para o “social”, o Estado traz a sua contribuição. Além de econômico e ecológico, o estudo ganha um novo eixo. É o “cultural-político”. A idéia é considerar “as reivindicações das comunidades locais na construção de soluções para uma sociedade sustentável”, segundo Carlos Edegard de Deus, o secretário de Meio Ambiente.

Lorenzo Aldé ·
29 de março de 2006 · 16 anos atrás
  • Lorenzo Aldé

    Jornalista, escritor, editor e educador, atua especialmente no terceiro setor, nas áreas de educação, comunicação, arte e cultura.

Leia também

Notícias
2 de dezembro de 2021

Com maioria no Conama, governo federal impõe mudanças no CNEA

Conama aprova alterações no Cadastro Nacional de Entidades Ambientalistas e impõe mais burocracia e custos para a participação da sociedade civil no conselho

Reportagens
2 de dezembro de 2021

Secas recorrentes afetam a capacidade de recuperação da Floresta Amazônica, alerta estudo

Nas últimas duas décadas, a Floresta Amazônica tem sido impactada por secas cada vez mais intensas e frequentes. As mais severas ocorreram em 2005, 2010 e 2015

Notícias
1 de dezembro de 2021

Amazônia acumula 73 mil focos de incêndio em 2021, segundo dados do INPE

Há menos de uma semana, Bolsonaro voltou a afirmar que “floresta úmida não pega fogo”. Número de queimadas no Pampa segue em alta

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta