Salada Verde

Buracos do progresso

Florestas e vegetação endêmica são engolidas por minas na região de Carajás (PA), onde interesses econômicos bloqueiam criação de UCs.

Salada Verde ·
24 de dezembro de 2009 · 12 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Foto: Fábio Olmos
Foto: Fábio Olmos

Não, não é uma mina de unobtainium na lua de Pandora (quem viu o filme Avatar sabe do que se está falando). Esta é a mina de ferro na antiga montanha do N5, em Carajás, no Pará. O quilométrico buraco tomou o lugar onde antes havia uma montanha coberta por florestas e pela vegetação de canga, onde cresciam plantas endêmicas, que só existiam lá. O mesmo está acontecendo em outras partes do complexo da Serra dos Carajás e buracos semelhantes deverão tomar o lugar da ainda inteira Serra Sul, onde interesses minerários barraram a criação de uma reserva biológica. Dizem que isso é progresso. Veremos se, no final, ficarão apenas buracos no chão e fotos de um mundo perdido.

Saiba mais:
Siderurgia não respeitou lei
Pará sufocado: Eldorado dos Carajás
A taça do mundo é nossa
Vale condenada a criar reserva
Multa milionária por irregularidade

Leia também

Salada Verde
29 de novembro de 2021

ICMBio abre concurso para 171 vagas

Edital publicado nesta segunda-feira (29) oficializa o concurso para servidores do órgão ambiental, com 61 vagas para analistas e 110 de técnicos

Notícias
29 de novembro de 2021

Conama volta a debater proposta que restringe cadastro de entidades ambientalistas

As alterações propostas aumentam a burocracia e diminuem a ampla participação das entidades ambientalistas no Conama. Organizações socioambientais pedem pela rejeição do projeto

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta