Salada Verde

TEDxAmazônia acontecerá em Manaus

Famosa série de palestras vai levar 50 personalidades à floresta para evento único. Denis Burgierman, um dos organizadores explica as razões.

Redação ((o))eco ·
5 de outubro de 2010 · 11 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Nos dias 6 e 7 de novembro, Manaus receberá ilustres visitantes que participarão do TEDxAmazônia, uma conferência sem fins lucrativos que reunirá mais de 50 palestrantes de diversas partes do mundo. O tema do encontro é “Qualidade de vida para todas as espécies do planeta”.

As palestras durarão de cinco a no máximo 15 minutos e os pensadores são das mais diversas áreas e culturas. “Buscamos ideias transformadoras, gente inspiradora, histórias extraordinárias e muita surpresa. Queremos que as pessoas voltem de lá diferentes do que vão”, diz Denis Burgierman, colunista da revista Veja e um dos organizadores do TEDx Amazônia.

Para se inscrever, basta entrar no site. O critério de seleção do público é tão interessante quanto o evento em si. É preciso informar, além dos costumeiros nome e email, fatos que marcaram sua vida pessoal, o que você sonha realizar e coisas interessantes que você já fez na vida. Diferente, não?

O TED, que inspirou a existência do TEDxAmazônia, surgiu em 1984 e já teve Bill Clinton, Bill Gates, Al Gore, Bono Vox e Elizabeth Gilbert entre seus palestrantes. Em Manaus, o público selecionado terá a honra de ouvir, para citar alguns exemplos, o antropólogo francês Vincent Carelli; Deise Nishimura, bióloga que perdeu uma perna após sobreviver ao ataque de um jacaré-açu no Amazonas; Manoel Cunha, presidente do Conselho Nacional dos Seringueiros; Padma Samten, um Lama budista e Thiago de Mello, poeta amazonense de 84 anos.

Conversamos com Denis Burgierman para conhecer um pouco mais sobre a decisão de trazer um evento como este até a Amazônia.

Por que na Amazônia?
Porque ela é a fronteira do mundo, é a periferia extrema de um modelo de desenvolvimento (cujo centro está talvez em Nova York). É um lugar muito simbólico, com um imenso valor para a cultura humana, para a economia do mundo, para o imaginário de todos os continentes. Também porque Amazônia não é só Brasil: é um pedaço do mundo, sem fronteiras políticas reais, dividido entre nove países. Não queremos que ela seja só um cenário para a nossa conferência, mas também não queremos tratá-la como o nosso “tema”. A Amazônia é mais que isso: é uma presença, entrando pela janela. É uma inspiração.

Você já conhece a Amazônia?
Sim, mas muito pouco. Viajei principalmente pela Amazônia peruana.

Você acredita que um evento como este em uma região tão linda quanto frágil como essa pode vir a atrair mais a atenção de pessoas para as problemáticas (e para as belezas) da região?
Acredito sim. Mas o que queremos de verdade é atrair para o potencial da região, para as soluções, as ideias, as saídas que se escondem lá. Amazônia tem problemas, óbvio. Mas Amazônia não é um problema: na verdade talvez seja nossa única esperança de solução.

Por que Manaus e não Belém?
O lugar onde a conferência vai acontecer é incrível, estamos encantados com ele. Mas não achamos que o TEDxAmazonia precise ser necessariamente sempre em Manaus. Se, na próxima edição, em 2012, ficarmos sabendo de um lugar mais incrível em Belém, no Acre, na Colômbia, vamos estudar a possibilidade.

Quais foram os critérios para a escolha dos palestrantes?
A diversidade: isso significa dizer que não seguimos critérios rígidos. Buscamos ideias transformadoras, gente inspiradora, histórias extraordinárias e muita surpresa. Queremos que as pessoas voltem de lá diferentes do que vão.

Uma equipe de quantas pessoas analisará cada inscrição feita? Vocês já contabilizam quantas inscrições?
Não contabilizamos e o número está aumentando rápido (as inscrições encerram-se no próximo dia 07 de outubro) . Nosso “board” tem cerca de 15 pessoas, mas esse número tende a crescer um pouco na reta final, com mais gente oferecendo ajuda (o projeto é colaborativo e sem fins lucrativos e, felizmente, está cheio de gente querendo ajudar).

Vc já deu uma palestra no TEDx. Como avaliaria esta experiência?
Foi incrível. O mais incrível é o público – muito interessado, muito atento, muito diverso, muito disposto a receber ideias. Nunca encontrei um público assim em lugar nenhum.(Karina Miotto)

LINK
TEDxAmazônia  - inscrições até o dia 07 de outubro
Palestra de Denis Russo no TEDx São Paulo

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta