Fotografia

Ponte das Cataratas Vitória

A região no entorno das Cataratas Vitória é, hoje, um pólo de ecoturismo, considerada a capital do esporte de aventura da África meridional. Foto: Pedro da Cunha e Menezes

Redação ((o))eco ·
27 de janeiro de 2012 · 10 anos atrás
Em 2007 nosso colunista Pedro da Cunha e Menezes visitou as Cataratas Vitória, na fronteira da Zâmbia com o Zimbabwe e clicou essa bela imagem. As cataratas foram batizadas por David Livingstone, explorador escocês, em homenagem a então rainha do Reino Unido, Alexandrina Victoria. A região do seu entorno é, hoje, um pólo de ecoturismo, considerada a capital do esporte de aventura da África meridional.

A ponte da foto foi construída na Inglaterra e instalada no local em 1905 como parte de um ambicioso projeto de ligar a África desde a Cidade do Cabo até o Cairo através de uma ferrovia. Razões políticas e econômicas impediram a empreitada. Em compensação, centenas de milhares de turistas a visitam todos os anos. O fluxo descontrolado de pessoas e a conturbada situação política da região fez com que, em 2007, a Unesco ameaçasse colocar as cataratas na lista de Patrimônios da Humanidade em perigo.

Leia também

Notícias
8 de dezembro de 2021

Prefeitos definirão a faixa de proteção das matas ciliares nas cidades

Câmara rejeita mudanças vindas do Senado e conclui votação do Projeto de Lei que flexibiliza faixas de áreas de proteção permanente nas áreas urbanas

Reportagens
8 de dezembro de 2021

Governo tenta incluir garimpeiros e pecuaristas na lista de comunidades tradicionais

Proposta foi feita por secretaria ligada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pasta comandada por Damares Alves

Reportagens
8 de dezembro de 2021

Ribeirinhos convertem-se ao ouro e desafiam contaminação por mercúrio no rio Madeira

Estimulados pelo alto lucro e desamparados de políticas que fortaleçam um modo de vida tradicional, ribeirinhos são empurrados para o garimpo; juntos, constroem pequenas balsas de até R$ 50 mil para extrair "fagulhas de ouro" do fundo do rio

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta