Fotografia

Victor Moriyama assume a edição de fotografia em ((o))eco

Com prazer, ((o))eco anuncia hoje seu novo editor de fotografia, com a missão de mostrar talentos espalhados pelo Brasil nas nossas páginas.

Eduardo Pegurier ·
20 de agosto de 2012 · 9 anos atrás

É com prazer que ((o))eco anuncia hoje Victor Moriyama como seu editor de Fotografia.

Julho de 2010 - Garças branca à margem do Amazonas
Julho de 2010 – Garças branca à margem do Amazonas
Fevereiro de 2012 - Cataratas do Iguaçu
Fevereiro de 2012 – Cataratas do Iguaçu
Junho de 2012 - Jardim Gramacho
Junho de 2012 – Jardim Gramacho
Junho de 2012 - Cúpula dos Povos, Rio+20
Junho de 2012 – Cúpula dos Povos, Rio+20

Victor é formado em Rádio e TV pela universidade Cásper Líbero. Desde a faculdade, trabalhou com imagens. Passou pela agência Futura Press, em São Paulo, e por trabalhos free lancer em cinema, TV (entre eles Globo e Multishow) e publicidade. Já trabalhou na Agência Estado e, nos últimos 2 anos, foi fotógrafo do jornal O Vale, em São José dos Campos. Este ano, Victor começou uma colaboração com a agência France Press (AFP).

A fotografia sempre foi uma área forte do site. Marcos Sá Corrêa, um dos criadores de ((o))eco, é ele próprio um destacado fotógrafo de natureza. Passaram e passam pelas nossas páginas fotógrafos profissionais de projeção e profissionais do meio ambiente que também são fotógrafos de fazer inveja. Não arrisco uma lista, mas convido o leitor a se deleitar com a nossa seção de fotografia. Agora, curada pelas mãos de Victor Moriyama.

Eduardo Pegurier (editor-chefe)

 

  • Eduardo Pegurier

    Mestre em Economia, é professor da PUC-Rio e conselheiro de ((o))eco. Faz fé que podemos ser prósperos, justos e proteger a biodiversidade.

Leia também

Salada Verde
3 de dezembro de 2021

Paraná pretende reativar trecho brasileiro de trilha histórica que liga o Atlântico ao Pacífico

Chamada de Caminhos do Peabiru, trilha tem 1.550 no trecho paranaense, que vai de Paranaguá a Guaíra. Caminho era usado por incas e guaranis, antes da colonização

Notícias
3 de dezembro de 2021

Amapá vende terras públicas invadidas a R$ 46 o hectare

Estado possui mais de 2,5 milhões de hectares de áreas ainda não destinadas. Cerca de 50% deste total é classificado como de importância biológica extremamente alta

Reportagens
3 de dezembro de 2021

Novo Código de Mineração propõe aprovação automática de milhares de processos parados na ANM

Proposta pode afetar mais de 90 mil requerimentos que aguardam aprovações técnicas e ambientais; medida ainda interfere na criação de unidades de conservação e dificulta demarcação de terras indígenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta