Notícias

Consumo ilegal

Ibama deflagra operação para inibir comércio de produtos feitos com partes de animais. Destino de muitas das peças são as grandes cidades, que estimulam esse tipo de crime.

Redação ((o))eco ·
11 de fevereiro de 2010 · 12 anos atrás

O Ibama deflagrou ontem (10) a operação Moda Triste, que apreendeu em todo o país produtos confeccionados com partes de animais. A operação, que continua hoje e se estende pelos próximos dias, já resultou em 5.387 peças apreendidas e, até o meio da tarde desta quinta-feira, em cerca de R$ 1,76 milhão em multas aplicadas. Entre as peças apreendidas estão objetos de artesanato feitos com penas de aves e esqueletos de animais marinhos, como a estrela-do-mar e o cavalo-marinho. 

Segundo levantamento do Ibama, o estado com maior número de apreensões é o Amazonas, com 4.023 peças recolhidas. O destino de muitas delas, no entanto, são as grandes cidades do país, ávidas consumidoras deste tipo de produto. Vale lembrar que peças confeccionadas com partes de animais são subprodutos do tráfico, que é crime. Em casos como este, Ibama e Polícia ambiental são unânimes em dizer que “se vende é porque tem alguém que compra”, como já alertou O Eco em algumas reportagens.

Em 2007, quando operação com mesmo objetivo foi realizada pelo Ibama pela primeira vez, foram aplicados R$ 3 milhões em multas.

Saiba mais:
Andando em borboletas
Comércio animal

Leia também

Notícias
21 de outubro de 2021

Até 2020 Rondônia não possuía lei para regular destinação de terras públicas

Estado tem quase 30% de seu território ocupado por terras não destinadas. Briga entre Legislativo e Executivo rondonienses dificultam formalização dos processos

Reportagens
21 de outubro de 2021

Superintendente dá aval para obras que ameaçam habitat de peixe das nuvens cearense

Duplicação de rodovia no litoral do Ceará foi embargada pelo Ibama em janeiro para proteger espécie de peixe das nuvens ameaçada. Com desembargo, pesquisadores temem pela destruição do habitat já restrito da espécie

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta