Notícias

Falta saneamento no país

Levantamento mostra que todos os dias, nas 81 maiores cidades do país, 5,9 bilhões litros de esgoto são jogados na natureza sem tratamento. Veja infográfico.

Redação ((o))eco ·
7 de maio de 2010 · 12 anos atrás

Estudo divulgado no final da tarde de ontem (6) pelo Instituto Trata Brasil mostra que, diariamente, 5,9 bilhões de litros de esgoto produzido nas 81 maiores cidades do país – que abrigam cerca de 72 milhões de pessoas- , vão direto para a natureza sem nenhum tipo de tratamento, contaminando solo, rios, mananciais e praias, e com efeitos diretos na saúde da população.

O levantamento, realizado anualmente, mostra que de 2003 a 2008 o Brasil conseguiu melhorar em 11,7% a coleta de esgoto nas cidades observadas e 4,6% o tratamento deles. Mesmo com o avanço, o Instituto alerta que o país “não atingirá a universalização dos serviços sem um maior engajamento das prefeituras”. A base de dados utilizada foi extraída do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), divulgado anualmente pelo Ministério das Cidades. O último ano com dados atualizados pelo ministério foi 2008.

O quadro de saneamento das cidades está diretamente ligado aos investimentos que cada município faz no setor. A cidade melhor colada no ranking foi Jundiaí (SP), que passou de quinto lugar em 2009 para a primeira posição este ano, por ter aumentado em 86% os investimentos no setor no período, entre outros motivos. Já a cidade de Franca (SP), que conquistou o primeiro lugar no ranking passado, caiu para a segunda posição, devido a uma redução de investimento de 31%. Porto Velho (RO) aparece na lanterninha do grupo, com 81% de déficit no saneamento. A segunda pior cidade é Duque de Caxias (RJ), com déficit de 80%.

O levantamento também mostra que os maiores avanços ocorreram nas cidades que uniram os esforços públicos a empresas privadas, por meio de parcerias, como é o caso de Ribeirão Preto (SP), pioneira neste tipo de gestão e que passou da 19º posição em 2007 para 6º lugar em 2008. Para que a universalização ao acesso a coleta e tratamento do esgoto seja alcançada até a meta estipulada, em 2027, segundo o Instituto, seria necessário investimento anuais de no mínimo R$ 10 bilhões.

 

 Confira o mapa com as 10 piores e 10 melhores colocadas:

Confira como estava a situação das cidades em 2009 na matéria Brasil ainda no esgoto

Leia também

Notícias
6 de dezembro de 2021

Servidores ambientais sofrem emboscada durante fiscalização contra invasores em reserva de RO

Emboscada aconteceu no entorno do Parque Estadual Guajará-Mirim. Invasores usaram uma criança como escudo para evitar que policiais atirassem. Um servidor foi baleado

Salada Verde
6 de dezembro de 2021

General Heleno defende garimpo em áreas de fronteira na Amazônia

“Continuaremos a mapear nossas riquezas pelo bem do Brasil e do nosso povo” disse ministro do Gabinete de Segurança Institucional, em resposta à denúncia da Folha de S. Paulo

Notícias
6 de dezembro de 2021

Queimada iniciada em pasto atinge Estação Ecológica de Murici, em Alagoas

Incêndio iniciou na quinta-feira (2) e levou mais de 13 horas para ser contido. Multa para o proprietário da fazenda onde iniciou o fogo foi calculada em 312 mil reais

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta