Notícias

Volney Zanardi é o novo presidente do IBAMA

Nomeação saiu na edição desta quinta-feira (17) no Diário Oficial. Ele assume no lugar de Curt Trennepohl, que estava de licença por problemas de saúde

Daniele Bragança ·
17 de maio de 2012 · 12 anos atrás

Volney Zanardi é o novo presidente do Ibama. O novo presidente, que deixa o cargo de diretor do Departamento de Gestão Estratégica da Secretaria Executiva do Ministério do Meio Ambiente, substitui Curt Trennepohl, que pediu exoneração para cuidar de problemas na saúde. O ex-presidente estava licenciado há mais um mês da presidência do Instituto.

Zanardi é funcionário de carreira da Agência Nacional das Águas (ANA) e atuou no Ibama como coordenador-geral de Licenciamento Ambiental no ano de 2003. Depois disso, assumiu o de direção do Departamento de Articulação Institucional no Ministério do Meio Ambiente (MMA). No Ministério, foi também diretor do Departamento de Articulação Institucional e de Economia e Meio Ambiente.

Antes de assumir a presidência do Ibama, Zanardi, que também é afiliado ao PT, ocupava o cargo de diretor do Departamento de Gestão Estratégica da Secretaria Executiva do MMA e de Secretário-Executivo substituto, trabalhando diretamente com a ministra Izabella Teixeira.

Formado em engenharia química, Volney Zanardi é mestre em Ecologia e doutor em Ciências Ambientais. Sua nomeação para o cargo saiu nesta quinta-feira (17) no Diário Oficial da União.

  • Daniele Bragança

    Repórter e editora do site ((o))eco, especializada na cobertura de legislação e política ambiental.

Leia também

Análises
19 de julho de 2024

Transespinhaço: a trilha que está nascendo na única cordilheira do Brasil

Durante 50 dias e 740 quilômetros a pé, testei os caminhos da Transespinhaço em Minas Gerais, de olho nos desafios e oportunidades para esta jovem trilha de longo curso

Notícias
19 de julho de 2024

Indústria da carne age para distrair, atrasar e inviabilizar ação climática, diz relatório

Trabalho de organização europeia analisou 22 das maiores empresas de carne e laticínios em quatro continentes

Salada Verde
19 de julho de 2024

Amazônia é mais destruída pelo consumo nacional do que pelas exportações

Consumo e economias das grandes cidades do centro-sul são o principal acelerador do desmatamento da floresta equatorial

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.