Notícias

Contando a população do ameaçado papagaio-de-cara-roxa

Censo vai contabilizar número de indivíduos da espécie A. brasiliensis nos litorais dos Estados do Paraná e São Paulo. Iniciativa é da SPVS.

Redação ((o))eco ·
24 de maio de 2013 · 8 anos atrás
Perda do habitat e caça são fatores de risco ao papagaio-de-cara-roxa (acima). Foto: Zig Koch/divulgação.
Perda do habitat e caça são fatores de risco ao papagaio-de-cara-roxa (acima). Foto: Zig Koch/divulgação.

A Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) vai colocar sua equipe em campo e contabilizar a população de papagaios-de-cara-roxa dos Estados do Paraná e de São Paulo. O Censo, realizado desde 2003, começa hoje (24) e termina no próximo domingo (26). Dessa vez, o litoral sul de São Paulo será incluído na contagem.

A ação de monitoramento da população do ameaçado papagaio faz parte do projeto de conservação da espécie, que existe desde 1998. A iniciativa também faz parte do Plano Nacional para a Conservação dos Papagaios da Mata Atlântica, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Durante o Censo, os dormitórios coletivos dos papagaios serão visitados. Em São Paulo, são cerca de oito locais em Cananéia, Ilha Comprida e Ilha do Cardoso. No Paraná, são sete, distribuídos por regiões como Ilha Rasa, Ilha do Pinheiro, Cotinga, Guaratuba, Ararapira e Ilha do Mel.

A ação é financiada pelo Funbio (Fundo Brasileiro para a Biodiversidade) e Loroparque, que apoia projetos de conservação de papagaios no mundo inteiro.

Os papagaios-de-cara-roxa (Amazona brasiliensis) são endêmicos de uma estreita faixa que vai do litoral sul de São Paulo, atravessa a costa do Paraná e chega até o extremo norte do litoral de Santa Catarina.

A diminuição da cobertura de Mata Atlântica no litoral, além da captura para o comércio ilegal de animais silvestres, colocam a espécie ameaçada. Tanto na lista da IUCN quanto do ICMBio, a espécie é classificada como Vulnerável.

Leia também

Notícias
22 de outubro de 2021

“Adote um ninho”: Conheça a campanha para a preservação dos papagaios brasileiros

Campanha busca incentivar a proteção dos papagaios por meio da construção de ninhos artificiais para suprir a falta de cavidades naturais, que estão diminuindo por conta do desmatamento

Análises
22 de outubro de 2021

Por uma nova onda de soluções para a resiliência e a saúde do oceano

Estudo do FMI estima que 8 milhões de toneladas de lixo plástico acabam no mar todos os anos, sendo 80% provenientes do continente. Se não mudarmos esse quadro, o oceano terá mais lixo do que peixes até 2050

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. MARLI ALVES PEREIRA VASCONCELLOS diz:

    Não entendo o porquê esconder o rosto do homem, adulto!! Ele mostrou a cara nas redes sociais!! É preciso identificar criminosos.


    1. JOCEMIR VIEIRA JUNIOR diz:

      Verdade.
      E um ano e seis meses é muito pouco pra esse tipo de crime!