Notícias

Copa do Mundo das áreas protegidas: Equador

Sem muita tradição em Copas, o Equador protege algumas das mais importantes regiões do mundo em termos de biodiversidade. Saiba quais são.

Paulo André Vieira ·
7 de julho de 2014 · 10 anos atrás

A seleção do Equador não foi longe na Copa do Mundo de 2014, eliminada na primeira fase com apenas uma vitória sobre o combinado hondurenho. Esta foi apenas a terceira participação de “La Tricolor” em mundiais, a primeira delas acontecendo recentemente na Copa de 2002.

Já no campo da preservação o Equador protege mais de 25 milhões de hectares, o que corresponde a 25% de seu território, um número muito acima da média mundial. Segundo a IUCN são ao todo 130 áreas protegidas divididas em 14 categorias diferentes, como Parques Nacionais, Reservas Geobotânicas e Refúgios da Vida Selvagem, entre outras.

O Parque Nacional de Galápagos foi o primeiro do país, criado em 1959 para proteger 97% das Ilhas Galápagos. As ilhas são famosos por seu grande número de espécies endêmicas e foram estudadas por Charles Darwin durante a viagem do Beagle. Suas observações e coletas contribuiram para a criação da teoria da evolução de Darwin. Em 2007 a UNESCO acrescentou o parque na Lista dos Patrimônios Mundiais em perigo, chamando a atenção para os perigos representados por um ritmo acelerado de desenvolvimento humano em todas as suas áreas: imigração, turismo e comércio, tudo aumentando a probabilidade de introdução de espécies invasoras para as ilhas. Isto representa um grande perigo para os frágeis ecossistemas que evoluíram em isolamento natural ao longo de milhões de anos. Em 2010 o parque foi retirado da lista, mesmo com recomendações contrárias da IUCN.

Outra importante área protegida é o Parque Nacional Yasuní, tema de um belo especial multimídia produzido por ((o))eco em 2014. Criado em 1979, o parque protege uma área de 982 mil hectares. A região do parque é talvez a mais biodiversa do planeta, rica também em petróleo e culturas ancestrais, na conjunção da bacia amazônica e a cordilheira dos Andes. Para preservá-la, o país e a comunidade internacional chegaram a um plano ousado, de substituir a exploração do óleo por compensação ambiental paga por um fundo multinacional. Infelizmente a proposta fracassou e, agora, buscam-se novas razões que convençam todos a preservar a região. Você pode saber mais sobre o parque clicando aqui para ler nosso especial.

Veja abaixo algumas das figurinhas carimbadas das unidades de conservação do Equador.

Parque Nacional Yasuní
Parque Nacional Yasuní

Se você quiser torcer para o Brasil neste campeonato de áreas protegidas, acesse o WikiParques e conheça mais sobre as unidades de conservação de nosso país. O WikiParques é um site interativo dedicado aos cidadãos que querem compartilhar seus conhecimentos, explorar e debater sobre nossos Parques Nacionais e áreas protegidas. Colabore para proteger.

 

Leia também
Copa do Mundo das áreas protegidas: Japão
Copa do Mundo das áreas protegidas: Holanda
Copa do Mundo das áreas protegidas: Costa do Marfim
Copa do Mundo das áreas protegidas: Estados Unidos
Copa do Mundo das áreas protegidas: Espanha
Copa do Mundo das áreas protegidas: Argentina
Copa do Mundo das áreas protegidas: Alemanha
Copa do Mundo das áreas protegidas: Costa Rica
Copa do Mundo das áreas protegidas: Itália
Copa do Mundo das áreas protegidas: Gana
Copa do Mundo das áreas protegidas: Coréia do Sul
Copa do Mundo das áreas protegidas: Nigéria
Copa do Mundo das áreas protegidas: Inglaterra
Copa do Mundo das áreas protegidas: Camarões
Copa do Mundo das áreas protegidas: Argélia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Bósnia e Herzegovina
Copa do Mundo das áreas protegidas: Suíça
Copa do Mundo das áreas protegidas: Colômbia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Austrália
Copa do Mundo das áreas protegidas: México
Copa do Mundo das áreas protegidas: Irã
Copa do Mundo das áreas protegidas: Honduras
Copa do Mundo das áreas protegidas: Grécia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Chile
Copa do Mundo das áreas protegidas: Croácia
Áreas protegidas do mundo em incríveis fotos 360°

 

  • Paulo André Vieira

    Produtor Editorial formado pela UFRJ, atua em ((o))eco desde 2007 escrevendo sobre geojornalismo e cuidando da edição e gestão do site.

Leia também

Salada Verde
17 de julho de 2024

Vence a floresta! Justiça reconhece Refúgio de Vida Silvestre da Floresta do Camboatá

Decisão judicial rejeita ação que apontava que criação da área protegida teria ocorrido de forma ilícita pelo município do Rio de Janeiro

Colunas
17 de julho de 2024

O Brasil poderá colocar definitivamente o oceano na agenda global do G20

O protagonismo brasileiro durante a presidência do G20, em meio à Década do Oceano da ONU, deve ser aproveitado até a última gota

Salada Verde
17 de julho de 2024

Primatólogos defendem projeto de lei para reduzir acidentes de animais na rede elétrica

Pesquisadores e ambientalistas aprovaram moção de apoio à Política de Prevenção de Acidentes Elétricos com Animais Silvestres, além de pedido por corredor para muriquis

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.