Salada Verde

Paraná pretende reativar trecho brasileiro de trilha histórica que liga o Atlântico ao Pacífico

Chamada de Caminhos do Peabiru, trilha tem 1.550 no trecho paranaense, que vai de Paranaguá a Guaíra. Caminho era usado por incas e guaranis, antes da colonização

Cristiane Prizibisczki ·
3 de dezembro de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

O Governo do Paraná anunciou, na última quarta-feira (01), que irá resgatar a trilha histórica Caminhos do Peabiru, que liga o oceano Atlântico ao Pacífico e era usada por incas e guaranis no período pré-colonial.

O trecho paranaense que se pretende reativar tem 1.550 quilômetros de extensão, percorre 86 municípios e 29 distritos administrativos no Estado, ligando as cidades de Paranaguá a Guaíra.

A ideia do Governo Paranaense é que as prefeituras ajudem a reconstruir o desenho da trilha em cada município no qual ela passa. À administração estadual caberá fornecer a sinalização, portais e tecnologia oferecida aos turistas, como aplicativos de celular. Caminhos do Peabiru faz parte da Rede Brasileira de Trilhas.

O projeto será lançado oficialmente no ano que vem.

Caminho

O Caminho do Peabiru é uma rota transcontinental que passa pelo Brasil, Paraguai, Bolívia e Peru. No trecho Brasileiro, além do Paraná, possui outras ramificações nos estados de São Paulo e Santa Catarina. De importância histórica e cultural, a trilha possibilitou a migração e o intercâmbio das várias culturas indígenas do continente, trocas comerciais, o estabelecimento de povoados e cidades e, após a chegada dos europeus ao continente, a colonização por espanhóis e portugueses.

  • Cristiane Prizibisczki

    Cristiane Prizibisczki é Alumni do Wolfson College – Universidade de Cambridge (Reino Unido), onde participou do Press Fellow...

Leia também

Análises
20 de setembro de 2021

Uma aventura na Rota dos Pioneiros, a maior trilha aquática do Brasil

Percorrida de caiaque pelas águas do rio Paraná, na divisa entre Mato Grosso do Sul e Paraná, a Rota dos Pioneiros é uma oportunidade de remar no curso deste gigante e conhecê-lo de forma privilegiada

Análises
10 de setembro de 2021

Caminho Saint Hilaire: um resgate da história sob olhar de um naturalista

A trilha de longo curso une natureza, história e cultura em percurso de 170 quilômetros no interior do estado de Minas Gerais, que refaz caminhos do naturalista francês

Análises
9 de agosto de 2021

Os Caminhos das Ararunas e o sonho de uma trilha do Oiapoque à Barra do Chuí

Os Caminhos das Ararunas, no sertão paraibano, unem natureza, história, aventura, cultura e muitas oportunidades de desenvolvimento local sustentável ao longo dos seus mais de 100 quilômetros

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 5

  1. João Luiz Soncella diz:

    Isso trará muitos turistas que fazem trilhas e interessados na história e pré história do Brasil.
    O caminho do Peabiru tem grandes histórias e foi de suma importância durante séculos, primeiro pelos povos originários, que o criaram, e, depois pelos europeus, para adentrarem ao continente. TOMARA que esse projeto se concretize. É um otimo negócio para todos.


  2. Mario diz:

    O nome correto é ” Paipirú “.


  3. Mário Azevedo diz:

    O nome correto é ” Paipirú”.


  4. Aristides Arthur Soffiati Netto diz:

    Devemos creditar aos povos indígenas o pioneirismo na abertura de trilhas que, posteriormente, serão aproveitadas pelos europeus nas chamadas estradas gerais e sua ramificações, como mostra Capistrano de Abreu em “Caminhos antigos e povoamento do Brasil” (1930). Os povos indígenas usavam essas picadas para a prática de uma economia de subsistência bastante robusta. Com os europeus e seus descendentes, a economia de mercado, ainda que precária, produziu desmatamento, ataques à fauna nativa e extermínio de indígenas.


  5. Raphael Albino diz:

    O Eduardo Bueno, do canal Buenas Ideias no Youtube possui um excelente vídeo sobre essa trilha e as aventuras que alguns personagens da nossa história passaram por ela.